Polícia faz operação contra exploração em casa de prostituição no DF

Na noite dessa quinta-feira, 15, uma casa de prostituição foi alvo da Operação Baco, conduzida pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF)

0
13840

Na noite dessa quinta-feira, 15, uma casa de prostituição foi alvo da Operação Baco, conduzida pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 19ª DP. O prostíbulo funcionava em um prédio residencial, na Quadra 21 de Ceilândia Norte.

Quatro mulheres foram levadas para a delegacia. Uma suspeita é investigada por se aproveitar da prostituição de algumas delas e participar diretamente dos lucros.

Segundo a PCDF, ela ficava com metade do valor recebido pelas garotas de programa. O imóvel onde ficava a casa de prostituição era alugado pela suspeita, que foi autuada e presa por rufianismo — exploração da prostituição alheia.

O crime prevê pena de um a quatro anos de reclusão.

Baco

O nome da operação faz referência ao deus grego Baco, ligado à boemia e à festa.

Por Redação do Jornal de Brasília com informações de PH Paiva

Foto: Reprodução/ PCDF