DF recebe 1ª ocorrência tipificada como racismo após sanção

Dois dias depois da sanção, uma conselheira tutelar, de 39 anos, foi agredida verbalmente e chamada de “macaca” por dois homens brancos em Águas Claras

0
146

Logo após a sanção judicial que equiparou o crime de injúria racial ao de racismo, mais grave, inafiançável e imprescritível, o Distrito Federal já recebeu seu primeiro registo do delito.

Dois dias depois da sanção, uma conselheira tutelar, de 39 anos, foi agredida verbalmente e chamada de “macaca” por dois homens brancos em Águas Claras.

O caso, que ocorreu na sexta-feira (13/01), se desenvolveu no trânsito, quando os dois passaram ao lado da vítima.

Nas redes sociais, a vítima veio contar a história. “Eles começaram a me xingar de todos os nomes. Me chamaram de macaca, de preta nojenta e, quando as pessoas começaram a ouvir, a se aproximar, o meu filho ouviu e veio a minha defesa”.

O filho e a mulher foram agredidos com ofensas, puxões de cabelo e socos. A polícia foi acionada e encontrou os dois em um bar próximo, os prendendo logo após.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Reprodução/Redes Sociais / Reprodução Jornal de Brasília