Conselheiro tutelar do DF é ameaçado de morte por pai de família

Caso ocorreu no Gama. Pai de dois meninos observado por susposta agressão mandou mensagem ameaçando conselheiro

0
692

Um conselheiro tutelar foi ameaçado de morte na última semana no Distrito Federal. O servidor foi atacado pelo pai de duas crianças, após uma visita à residência da família. O caso ocorreu no Gama, na última quinta-feira (18/1).

O conselheiro, de 37 anos, foi até o local para verificar um suposto caso de agressão e maus-tratos contra as crianças de uma família. Em casos do tipo, o Conselho Tutelar realiza diversas visitas e apenas encaminha a ocorrência para o Judiciário se não houver melhora da situação.

Após a visita de quinta, o homem enviou uma mensagem no WhatsApp do próprio Conselho Tutelar do Gama afirmando que, caso perdesse a guarda dos filhos, mataria o servidor. “Se eu perder a guarda dos meu filhos eu mato o conselheiro, pode crer”, escreveu.

Procurado pelo Metrópoles, o servidor afirmou que atua como conselheiro há cinco anos e foi a primeira vez que recebeu ameaça de morte.

Por Samara Schwingel da Metrópoles

Foto: Google Street View/Reprodução / Reprodução Metrópoles