Álcool ou gasolina? Saiba qual é o mais vantajoso para seu bolso

Segundo último relatório emitido pela ANP, está mais vantajoso abastecer com etanol do que com gasolina nos postos do Distrito Federal

0
763

Álcool ou gasolina? A resposta para essa pergunta demanda reflexão sobre como unir questões como uma boa utilidade do combustível pelo motor do veículo com um bom preço. No quesito valor, se o consumidor utilizar a média dos preços praticados nos postos de combustíveis em todo o Brasil, o do álcool estará, nesta semana, mais em conta do que o da gasolina.

Isso não significa, no entanto, que abastecer o tanque do veículo com etanol é um bom negócio. De acordo com Paulo Tavares, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis-DF), o rendimento da combustão do álcool é menor do que o da gasolina. Por isso, conta o sindicalista, é preciso fazer uma conta entre os dois preços para decidir qual o melhor custo-benefício.

“O etanol precisar ter um preço equivalente a 70% da gasolina ou menos para que seja mais barato abastecer com ele”, afirmou Paulo. A conta é simples: basta dividir o valor do etanol pelo preço de venda da gasolina. “Se o resultado dessa divisão for um valor menor ou igual a 0,7 (70%) significa que é vantagem abastecer o veículo com o etanol”, explicou.  

Como está em Brasília?

Na capital federal, em média, está mais vantajoso abastecer com o etanol do que com a gasolina. De acordo com o último relatório emitido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), os preços médios dos dois combustíveis praticados entre os dias 4/2 e 10/2 são: álcool (R$ 3,53) e gasolina comum (R$ 5,85).

Com base nesses valores, é possível dividir 3,53 por 5,85 e chegar ao valor de 0,603 que, em porcentagem, fica 60,3%. Neste caso, o valor está abaixo de 70% e, portanto, mostra uma situação em que é mais vantajoso abastecer o tanque do veículo com etanol.  

 

Por Francisco Artur do Correio Braziliense

Foto: engin akyurt/Unsplash / Reprodução Correio Braziliense