Uma nova biblioteca para os moradores da Estrutural

Local receberá 20 computadores, acervo novo e tem a meta de oferecer aulas de robótica para crianças

0
133

Reforçada com diversos equipamentos públicos durante o atual governo, a Estrutural vai ganhar até o final do ano uma biblioteca pública. O espaço, que fica ao lado da sede do novo Conselho Tutelar, inaugurado em junho, está sendo reformado por uma equipe da administração regional. Além de receber acervo bibliográfico, o local será equipado com 20 computadores novos e se tornará uma lan house social, para uso da população.

A melhoria foi reivindicada pelos moradores, conforme lembra a vice-presidente do conselho comunitário da região, Thaís Dantas, 31 anos. “Somos uma comunidade carente aqui e agora que estamos recebendo as benfeitorias”, aponta a moça. “Temos alguns colegas que precisavam de um espaço para estudar para o concurso da Polícia Militar, por exemplo. Sem ter um lugar mais adequado, acabaram estudando em suas casas”, diz.

Doações de empresários

O prédio da nova biblioteca era onde funcionava o antigo conselho tutelar e foi cedido à Administração Regional da Estrutural pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). Toda a parte elétrica, hidráulica, portas e janelas estão sendo trocadas.

Os banheiros e uma salinha administrativa também serão renovados. Um muro será construído para dar proteção ao local. A reforma é feita por conta da administração e por meio de ofertas de empresários locais. Os computadores, por exemplo, foram doados.

Estudos por um futuro melhor

Ex-líder comunitário da Estrutural, Paulo Batista também entrou na empreitada. Atualmente, ele está no projeto Tijolo Solidário DF, no qual uma associação fornece o material de construção para algumas obras de interesse social. Foram 1.000 tijolos doados para a biblioteca. “A cultura da nossa cidade é a reciclagem de resíduos. E temos que pensar em investir nos jovens para que eles estudem e tenham grandes oportunidades”, diz.

Segundo o administrador Alceu Prestes, a biblioteca agora fixa raízes, já que mudou de sede duas vezes. O objetivo também, diz ele, é oferecer aulas de robótica a crianças da comunidade. “O deslocamento da nossa juventude para outros locais, outras RAs, não é o melhor cenário. Se temos uma biblioteca aqui para eles lerem, aprenderem, não vão procurar outros espaços”, conclui Alceu.

No final do ano passado, o governador Ibaneis Rocha inaugurou a Agência do Trabalhador na cidade. Há poucos meses, com investimento de R$ 1 milhão, foi a vez do conselho tutelar. Em breve, a RA ganhará um batalhão de Polícia Militar e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Por Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília