Sistema prisional do DF realiza I Concurso de Desenho Infantil

Objetivo é que crianças de 2 a 11 anos possam expressar o carinho por familiares em processo de ressocialização; as cinco melhores obras serão premiadas com maletas e kits de pintura

0
127

A Ouvidoria da Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape-DF) promove o I Concurso de Desenho Infantil, com o tema Desenhando o Amor. A proposta é que crianças de 2 a 11 anos possam expressar o carinho por familiares em processo de ressocialização.

“A ideia é estreitar laços entre os pequenos e os internos, além de amenizar a saudade das crianças, já que fazem poucas visitas. O contato com a família auxilia muito na ressocialização do interno”Rívia Coimbra, ouvidora da Seape

Podem participar crianças que tenham vínculo direto com os reeducandos, estejam cadastradas como visitantes no sistema prisional ou sejam filhos (as) de visitante cadastrado que tem parentesco com o interno. Por exemplo, se um sobrinho quiser mandar um desenho para o tio, a mãe ou pai devem ser cadastrados para visitação no sistema prisional.

“A ideia é estreitar laços entre os pequenos e os internos, além de amenizar a saudade das crianças, já que fazem poucas visitas. O contato com a família auxilia muito na ressocialização do interno”, afirma a ouvidora da Seape, Rívia Coimbra.

As cinco melhores “obras de arte”, escolhidas pela Comissão Julgadora, serão premiadas: os dois primeiros colocados receberão uma maleta de pintura, os outros três ganharão um kit de pintura. A expressão artística deve estar em uma única folha de papel, de qualquer tipo, na cor branca e de formato A4.

Os desenhos podem ser enviados até o dia 13 de janeiro, nas unidades prisionais, unidades da Seape localizadas no Na Hora (no Riacho Fundo 1, Ceilândia, Taguatinga e Rodoviária do Plano Piloto) ou na sede da Seape. É necessário autorizar por escrito a participação dos pequenos no concurso.

As crianças também podem expressar o amor e carinho pelos internos durante as visitas natalinas, promovidas pela Seape e instituições religiosas. São oferecidas mesinhas com papel e lápis de cor. O primeiro encontro ocorreu na segunda-feira (5) e os próximos estão marcados para os dias 12 e 19.

O resultado do concurso será divulgado em 10 de fevereiro e haverá uma cerimônia de premiação até 60 dias depois, com data ainda não agendada. Em seguida, todos serão entregues aos reeducandos por policiais penais.

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Seape / Reprodução Agência Brasília