CGU confirma vacinação de Bolsonaro contra covid-19

Ainda assim, o ministro esclarece que uma investigação está em curso para saber se o registro é válido ou o cartão de vacinação foi adulterado

0
172

O ministro Vinícius de Carvalho, da Controladoria-Geral da União (CGU), confirmou, nesta sexta-feira (17/02), o registro de vacinação contra a covid-19 do ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

Carvalho, que é responsável pela análise dos sigilos impostos por Bolsonaro, confirmou a informações em entrevista ao canal da CNN.

Segundo o ministro, a informação consta em ofícios trocados entra a CGU e o Ministério da Saúde. O ex-presidente teria se imunizado no dia 19 de julho de 2021, com a vacina da Janssen.

“Esse registro existe. Pelo menos pelo que a gente sabe das informações. Se isso está em um ofício da CGU, a CGU não faz uma pergunta à toa. Se esse registro está em um ofício da CGU, eu não tenho como negar”, afirmou.

Ainda assim, o ministro esclarece que uma investigação está em curso para saber se o registro é válido ou o cartão de vacinação foi adulterado.

Essa suspeita tem como base uma denúncia feita em 2022, que sugere a adulteração do cartão.

“Se há anotações no cartão de vacina dele [Bolsonaro], do DataSUS, de que ele se vacinou e se houver uma inserção indevida de anotações sobre a vacina dele, seja no sentido de colocar informações de que ele se vacinou ou de retirar informações relativas à sua vacinação, nossa expectativa é que, com a apuração, a gente descubra se isso aconteceu”, finalizou.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: AFP / Reprodução Jornal de Brasília