Quando poderei tomar a vacina bivalente?

A Secretaria de Saúde fez uma previsão de datas para cada etapa, mas os estados e as cidades poderão implementar seus próprios calendários

0
210
Vacinação contra covid-19

Nesta segunda-feira (27/02), o Brasil dá início a uma nova etapa da campanha de vacinação contra a covid-19, com as doses bivalentes do imunizante. Essa nova vacina protege também contra as cepas atualizadas do coronavírus, inclusive contra a ômicron.

Para receber a bivalente, é necessário ter tomado ao menos duas doses da vacina original. Ela serve tanto para substituir a terceira ou quarta dose daqueles que estão atrasados, como para ser uma quinta dose. É necessário ter um intervalo de pelo menos quatro meses da última dose.

Desenvolvida pela Pfizer, o imunizante será dado, inicialmente, apenas para um grupo seleto: pessoas acima de 70 anos, imunocomprometidos, indígenas, ribeirinhos e quilombolas.

A Secretaria de Saúde fez uma previsão de datas para as demais etapas, mas os estados e as cidades poderão implementar seus próprios calendários.

Fase 1 (27/02): Pessoas acima de 70 anos; pacientes imunocomprometidos a partir de 12 anos; pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILP) e comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas;

Fase 2 (06/03): Pessoas de 60 a 69 anos;

Fase 3 (20/03): Gestantes e puérperas;

Fase 4 (17/04): Trabalhadores da saúde;

Fase 5 (17/04): Pessoas com deficiência permanente a partir de 12 anos, pessoas privadas de liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas.

Por Camila Bairros do Jornal de Brasília

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil / Reprodução Jornal de Brasília