DPDF dará orientação jurídica em ação contra o feminicídio

Evento será realizado neste sábado (11/03), das 9h às 16h, em frente à Administração Regional de Vicente Pires

0
131

A unidade móvel de atendimento itinerante da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) participará da Caminhada contra o Feminicídio. O evento, idealizado pelo Instituto Mulheres Feminicídio Não, será realizado neste sábado (11/03), das 9h às 16h, no pátio da Administração Regional de Vicente Pires, em protesto contra todos os tipos de violência praticados contra as mulheres.

Durante a ação serão disponibilizados serviços como atendimentos psicossocial, orientação e assistência jurídica, principalmente na área do direito de família, para casos como divórcio, guarda (regulamentação ou alteração), ação e execução de alimentos.

Para o defensor público-geral Celestino Chupel, a prestação de serviço móvel descentraliza o atendimento dos núcleos de assistência jurídica da DPDF e o aproxima das mulheres vítimas de violência. “A equipe da DPDF prestará atendimento acolhedor e passará todas as informações necessárias”, disse.

A defensora pública e coordenadora de Promoção de Defesa dos Direitos das Mulheres da DPDF, Antonia Carneiro, explica que muitas mulheres vítimas de violência doméstica têm constrangimento, ficam envergonhadas e não se sentem acolhidas para se dirigir às instituições, delegacias e ao Poder Judiciário. “Estamos aqui para nos aproximarmos dessas mulheres”, explicou.

A DPDF também faz parte da força-tarefa para propor ações contra o feminicídio. A ação, criada pelo Governo do Distrito Federal (GDF), tem como objetivo propor políticas públicas voltadas à prevenção do feminicídio e à proteção, ao acolhimento e à eliminação de todas as formas de discriminação e violência contra as mulheres.

*Com informações da DPDF

Por Agência Brasília

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília