Uso de celular ao volante já multou 17 mil no DF

Além do monitoramento feito pelos agentes de trânsito, o DER-DF também vem aplicando multas através do videomonitoramento

0
87

O celular virou quase que uma espécie de peça de roupa, já que não saímos mais de casa sem ele. Até aí, tudo certo, já que ele facilita a vida das mais diversas maneiras. O problema começa quando os dedos não param de teclar nem mesmo em momentos onde a atenção deveria ser total em outra coisa, como na hora de dirigir.

Com o aumento do uso do celular ao volante, aumentaram também as infrações, conforme previsto em lei. O uso do aparelho na direção é uma infração de natureza gravíssima, gerando uma multa no valor de R$ 243,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além do monitoramento feito pelos agentes de trânsito, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) também vem aplicando multas através do videomonitoramento. Até então, nesses três primeiros meses do ano, já foram aplicadas mais de 7 mil penalidades por este tipo de infração.

Quem também está de olho nos motoristas que utilizam o celular ao volante é a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Em 2021, 93.050 foram autuados por dirigir mexendo no celular, e no ano seguinte, esse número subiu para 96.441

Neste ano, segundo dados registrados pelo Detran, DER e PMDF, foram 10.538 motoristas flagrados usando o celular ao volante apenas em janeiro. A PMDF não informou os números de fevereiro e de março, até então, mas conforme noticiado pelo Jornal de Brasília na última segunda-feira (27), no período entre 20 e 26 de março foram 1.720 multados por este movito.

O uso do smartphone ao volante já é a terceira causa de mortes no trânsito no país. Essa prática, extremamente perigosa, está atrás apenas do uso de álcool e do excesso de velocidade, segundo levantamento da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet).

Por Camila Bairros do Jornal de Brasília

Foto: Paulo H.Carvalho/Agência Brasília / Reprodução Jornal de Brasília