GDF destina mais R$ 42,1 milhões a infraestrutura no Bernardo Sayão

Urbanização dos lotes 1 e 4 do Setor Habitacional inclui drenagem, pavimentação, meios-fios, calçadas, sinalização e bacias de detenção

0
125

As obras de infraestrutura do Setor Habitacional Bernardo Sayão, no Guará, avançaram mais uma etapa nesta quarta-feira (12), com a assinatura da ordem de serviço para urbanização dos lotes 1 e 4. O investimento do GDF será de R$ 42,1 milhões nos dois lotes.

A autorização foi assinada pelo governador Ibaneis Rocha, durante um evento na região. Os trabalhos incluem drenagem, pavimentação, meios-fios, calçadas, sinalização vertical e horizontal, além da construção de bacia de detenção.

Em 2021, o GDF concluiu as obras dos lotes 2 e 3, retomadas dois anos antes, enquanto o Lote 5 está em fase de projeto. Somando todas as cinco áreas do Bernardo Sayão, os investimentos podem chegar a R$ 100 milhões e vão beneficiar mais de 40 mil pessoas.

“Estamos fazendo o maior lançamento de obras da história do Guará depois da sua construção”, afirmou o governador. “Meu coração é só trabalho, e nós temos que cuidar da cidade. Cresci e passei boa parte da minha vida no Guará. Quero dizer que vou continuar investindo aqui com muito carinho.”

Ao todo, o Setor Habitacional Bernardo Sayão vai ganhar 32 km de rede coletora de águas pluviais e 46 km de pavimentação asfáltica em uma área de 354,74 hectares. Com as obras de infraestrutura, a região poderá ser regularizada, o que permitirá à Agência de Desenvolvimento (Terracap) comercializar os terrenos.

“O objetivo é ir urbanizando as regiões que foram ocupadas e trazer toda a estrutura, trazer as mãos do governo para poder entregar a cidade completa”, detalhou o secretário de Obras, Luciano Carvalho. “Os lotes 2 e 3 estão prontos, o 1 e 4 em fase de contratação e o 5 em projeto. O investimento total aqui vai se aproximar dos R$ 100 milhões.”

Parte dos recursos para a obra é originária da Terracap, responsável pela regularização das terras do DF. “Essa obra de infraestrutura é feita para que nós possamos trazer toda a infraestrutura ao bairro e, no futuro, fazer a regularização com a venda direta”, reforçou o presidente da Terracap, Izídio Santos. “Parte dos recursos são da Terracap, estamos investindo aqui cerca de R$ 20 milhões”.

Por Agência Brasília

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília