Passagens de ônibus do DF poderão ser pagas com cartão bancário

As recargas dos cartões de transporte poderão ser adquiridas por meio de cartão de débito ou Pix

0
232

As passagens de ônibus do Distrito Federal poderão ser pagas diretamente nos validadores com cartão de débito ou crédito, e as recargas dos cartões de transporte poderão ser adquiridas por meio de cartão de débito ou Pix. O BRB Mobilidade e as concessionárias do Sistema de Transporte Público Coletivo (SPTC) implantarão, em até 90 dias, a Rede Complementar de Pagamento Digital (RCPD).

A medida é prevista na Portaria 118/2023 da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob). O novo sistema é para facilitar o pagamento por parte dos usuários e reduzir a circulação de dinheiro nos veículos. Além de diversificar as formas de pagamento de tarifas, o novo modelo vai contribuir para aumentar a segurança nos ônibus.

O sistema a ser implantado nos ônibus é semelhante ao que vem sendo utilizado no Metrô-DF desde setembro de 2022. Para que o mecanismo funcione nos coletivos, as concessionárias do transporte público deverão implementar os novos equipamentos validadores nos veículos.

Os usuários dos coletivos precisam ficar atentos na hora de escolher a forma de pagamento. O uso do cartão bancário não permite os transbordos sem a cobrança de nova tarifa. “A integração só é possível com o uso dos cartões Vale-Transporte e Mobilidade, mas os usuários desses cartões terão a facilidade de pagar a recarga por Pix ou cartão de débito”, explicou o superintendente de mobilidade do BRB, Saulo Nacif.

O superintendente ressaltou que o passageiro deverá ficar atento para não aproximar o cartão de transporte junto ao cartão de débito ou de crédito. “Se isso ocorrer, pode acontecer de a cobrança ser realizada no cartão bancário”, explicou.

O novo sistema faz parte de um conjunto de medidas da Semob para facilitar a vida dos usuários e aumentar a segurança no Sistema de Bilhetagem Automática. De acordo com o secretário de Transporte e Mobilidade, Flávio Murilo Prates, a Semob vem trabalhando para modernizar os equipamentos utilizados pelo transporte público do DF.

“É importante que possamos implantar um sistema que possibilite o controle operacional das linhas e horários dos ônibus e crie também as facilidades para o usuário pagar a passagem com diversos meios ou mesmo para adquirir créditos para viagens futuras. Isso aumenta a segurança do sistema e do próprio usuário”, afirmou o secretário.

*Com informações da Semob

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Semob / Reprodução Agência Brasília