Família faz vaquinha para pagar enterro de jovem morta pelo ex no DF

Emily Talita da Silva, 20, foi esfaqueada por Jonas Costa Patáxia, na madrugada de sábado (24/6). Parentes também pretendem fazer blusas em homenagem à vítima

0
52

A família de Emily Talita da Silva, 20 anos, morta pelo ex-companheiro Jonas Costa Patáxia, 29, na madrugada de sábado (24/6), no Sol Nascente, está fazendo uma vaquinha para arrecadar o valor necessário para arcar com velório e enterro da jovem. De acordo com a irmã, Yngrid da Silva, 24, os parentes também estão se movimentando para fazer blusas em homenagem à vítima. “Já conseguimos uma quantia, mas, infelizmente, não o valor todo”, conta a familiar.

Inconformadas com o crime que tirou a vida de Emily, a família também promete fazer uma passeata para pedir justiça. Segundo Yngrid, o velório deve acontecer amanhã ou terça-feira, a depender de como a arrecadação se desenvolverá. “Tenho certeza que vamos conseguir”, finaliza. Para fazer alguma doação ou ajudar, somente pela chave pix: 057.987.931-33.”

Morta a facada

Emily Talita da Silva foi morta pelo ex-companheiro com uma facada nas costas na Chácara 64, no Sol Nascente, dois dias depois de completar 20 anos. De acordo com informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o crime ocorreu por volta das 6h de sábado (24/6).

Segundo a PMDF, os dois estavam bebendo em uma distribuidora, que fica em frente a uma madeireira. A jovem estava comemorando seu aniversário com algumas amigas. Jonas tentou interagir e participar. Mas, quando Emily quis ir embora para casa, o suspeito tentou convencê-la a ir embora com ele.

Ao negar as investidas, ambos se desentenderam. Neste momento, o ex-namorado a esfaqueou pelas costas. A vítima não resistiu e morreu ainda no local. Jonas, que ainda tem passagem por roubo, continua foragido.

Por Eduardo Fernandes do Correio Braziliense

Foto: Reprodução Correio Braziliense