Novo modelo de atendimento dobra emissão de carteiras de identidade

Com horário ampliado, GDF emite cerca de 2 mil documentos por dia nos nove postos de identificação biométrica das delegacias da Polícia Civil

0
130

Em dois dias com o novo modelo de funcionamento, os postos de identificação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) já emitiram quase 2 mil carteiras de identidade diárias, dobrando a quantidade de atendimento por agendamento. Desde terça-feira (11), a exigência de marcação de horário para emissão do documento de identificação nas unidades da PCDF foi suspensa.

“Normalmente, nas nove unidades de atendimento da PCDF e nos sete postos do Na Hora emitíamos mil carteiras por dia, 22 mil por mês, e agora já dobramos a quantidade de atendimento nesses dois dias, para quase 2 mil carteiras diárias. Infelizmente era um problema crônico, mas agora estamos conseguindo dar vazão a essa demanda reprimida”, destaca a diretora adjunta do Instituto de Identificação da Polícia Civil, Vanessa Spagnolo.

Além da suspensão do agendamento, a corporação estendeu o serviço em todos os postos de atendimento, anexos às delegacias de polícia, em dias úteis, das 7h às 20h30. Até então, o atendimento se encerrava às 19h. “As estatísticas mostram que nesses meses de julho e agosto, por conta das férias escolares, a demanda aumenta. Então, ampliamos o horário de atendimento para manhã, tarde e norte, além disso temos também as ações pontuais nos finais de semana”, enfatiza a diretora.

A dona de casa Núbia Cristina, 38 anos, que emitiu a carteira de identidade na tarde dessa quinta-feira (13) na 32ª Delegacia de Polícia de Samambaia, era só alegria. Segundo ela, estava há cinco meses tentando fazer o agendamento pelo site da PCDF. “Vim cedinho e peguei uma senha para retirar a segunda via da minha RG e deu certo, e ainda peguei senha para voltar à tarde para minha filha de 16 anos. No fim, conseguimos emitir a dela e dos meus outros dois filhos de 7 anos, então eu achei maravilhoso o atendimento. Estava há bastante tempo tentando”, diz.

O economiário Cleber Coimbra, 49, também foi um dos moradores da cidade que teve acesso ao serviço. “Estou precisando tirar o passaporte e precisava de uma nova RG, peguei a senha pela manhã e voltei à tarde para ser atendido. Fiquei sabendo que antes era mais demorado e foi uma grata surpresa resolver tudo hoje”, destaca.

Onde buscar atendimento

A Polícia Civil dispõe de postos de identificação biométrica nas seguintes delegacias:

→ 1ª DP – Asa Sul
→ 3ª DP – Cruzeiro
→ 4ª DP – Guará
→ 6ª DP – Paranoá
→ 16ª DP – Planaltina
→ 27ª DP – Recanto das Emas
→ 32ª DP – Samambaia
→ 33ª DP – Santa Maria
→ 30ª DP – São Sebastião

Já o atendimento nas agências do Na Hora ocorrerá das 7h às 19h, com agendamento por meio do site da PCDF. Também será utilizada a Unidade Técnica de Atendimento Móvel em apoio para maior disponibilização de vagas para atendimento.

A primeira via do registro civil é gratuita. A segunda tem um custo de R$ 42. É necessário apresentar a certidão de nascimento e de casamento, além do CPF. Quem quiser incluir outros documentos, como CNH, Carteira de Trabalho e Título de Eleitor, deve apresentar os originais. Eventuais dúvidas podem ser esclarecidas neste link.

Para os casos de atendimento mediante agendamento, o requerente deverá se apresentar com 15 minutos de antecedência para verificação prévia da documentação. Em caso de comparecimento após o horário agendado, será considerada ausência.

Por Agência Brasília

Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília