Trecho da DF-131 será interditado para construção de ponte

A intervenção está prevista para começar às 8h desta sexta-feira (11) e faz parte das obras em execução na rodovia

0
102

Para dar continuidade aos trabalhos de pavimentação da DF-131, que liga a DF-128 à DF-205, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) fará um bloqueio nas proximidades do km 4,4 da via a partir desta sexta-feira (11), com horário de início previsto para as 8h.

“Agora iniciaremos os trabalhos de construção da ponte, então será necessário fazer este bloqueio que, inicialmente, pode trazer transtornos aos motoristas, mas que em um futuro próximo vai proporcionar maior fluidez, segurança e conforto para todos”Fauzi Nacfur Junior, presidente do DER-DF

A intervenção, que está prevista para durar quatro meses, é necessária para o início dos trabalhos da construção de uma ponte que será erguida sobre o Córrego Monjolo.

Os condutores que trafegam pelo trecho já recebem aviso sobre interdição por meio de painéis de mensagem variável posicionados nas imediações de acesso à DF-131.

Para quem reside ou trafega nas proximidades de onde a ponte será construída e deseja seguir no sentido Planaltina-DF, Planaltina-GO ou suas circunvizinhanças, basta acessar as rodovias DF-128 e DF-205.

“Agora iniciaremos os trabalhos de construção da ponte, então será necessário fazer este bloqueio que, inicialmente, pode trazer transtornos aos motoristas, mas que em um futuro próximo vai proporcionar maior fluidez, segurança e conforto para todos”, explicou o presidente do DER-DF, Fauzi Nacfur Junior.

A ponte

A obra terá estrutura de concreto e medirá 20 metros de comprimento por 11,25 metros de largura, com passagem compartilhada para pedestres e ciclistas. Com a estiagem do tempo, houve um avanço significativo nos trabalhos, que vão melhorar a vida de toda a comunidade local.

Histórico da obra

Iniciada em agosto de 2022, a pavimentação da DF-131 está com aproximadamente 4 km dos 6,3 km que abrangem o cronograma do serviço executado. Os trechos que ainda não receberam a capa asfáltica estão em etapa de terraplenagem e drenagem.

É de R$ 17 milhões o investimento na obra, que, quando concluída, vai beneficiar cerca de 30 mil pessoas que moram ou trafegam pelo local, abrangendo Núcleo Rural Monjolo, Fercal, Palmeiras, União Vegetal e o Assentamento Márcia Cordeiro Leite.

O presidente da Associação do Núcleo Rural Monjolo, Luiz Carlos Castro, 44 anos, não escondeu a satisfação ao comentar ritmo dos trabalhos. “A comunidade está muito contente com esse avanço. Já estamos passando normalmente por onde o asfalto já foi colocado. A obra está nos trilhos”, afirmou. Castro lembrou que os produtores de hortaliças, soja e de gado de corte transportam seus produtos com tranquilidade.

A obra contempla uma importante região de escoamento de produção agrícola e é localizada nas proximidades da Estação Ecológica Águas Emendadas (Esecae). Dentro da unidade de conservação ecológica nascem as bacias hidrográficas do Tocantins, ao norte; e, ao sul, a bacia do Paraná-Prata.

*Com informações do DER-DF

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/DER-DF / Reprodução Agência Brasília