37ª Feira do Livro de Brasília traz o protagonismo feminino na literatura

Evento começa na sexta (24) e vai até 3 de dezembro na Biblioteca Nacional de Brasília; atrações para diversas faixas etárias têm entrada gratuita

0
653

Com o tema “Mulheres a toda prosa”, a 37ª Feira do Livro de Brasília (Felib) começa na sexta-feira (24) e vai até 3 de dezembro, na Biblioteca Nacional de Brasília (BNB). A iniciativa, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF (Secec), homenageia o protagonismo feminino na literatura, na mediação de leitura e na educação. 

“Um evento como a Feira do Livro é grandioso para nossos jovens e crianças”, ressalta o titular da Secec, Claudio Abrantes. “Ainda mais quando vivemos em uma era completamente tecnológica. É fundamental estimular a leitura e a proximidade com obras essenciais, principalmente quando falamos das artes e da cultura.”
“A edição deste ano é especial porque trata dessa questão tão contemporânea e importante que é a participação das mulheres” Felipe Ramón, subsecretário do Patrimônio Cultural

Paralelamente, a BNB apresentará atrações do programa Mala do Livro – de bibliotecas domiciliares –, promoverá encontro de clubes de leitura para discutir mediação e oferecerá aulões de redação para o Programa de Avaliação Seriada (PAS) da UnB.

“A feira é uma parceria antiga da Secec”, lembra o subsecretário do Patrimônio Cultural, Felipe Ramón. “A edição deste ano é especial porque trata dessa questão tão contemporânea e importante que é a participação das mulheres.”

Mulher em foco 

A escritora, pedagoga, mestre e doutora em psicologia Kiusam Regina de Oliveira é uma das homenageadas na Felib por suas contribuições em literatura negro-brasileira, como ela se refere a seu trabalho com crianças e adolescentes. Já a professora da Secretaria de Educação (SEE) Nyedja Gennari, também escritora, contadora de histórias e arte-educadora, será a patronesse do evento. 

“A Felib combate a invisibilização do trabalho feminino e a violência de gênero” Thelmo Ribeiro, coordenador do projeto da feira

Outras profissionais de destaque no evento são a professora Gina Vieira Ponte de Albuquerque, da área de linguística e análise de discurso; a arte-educadora Aldanei Menegaz, curadora da programação para incentivar famílias leitoras; a professora e coordenadora pedagógica Sonia Maria Soares dos Reis, que assina a curadoria para atividades em torno do conceito de escola leitora; a poeta Natália Cristina Aniceto, editora e livreira, encarregada de orientar autores e autoras a publicar; e a pedagoga Nilva Belo de Morais, pós-graduada em contação de histórias e curadora do evento Viva Ride, de incentivo às artes do Entorno.

Também haverá espaço para debater a violência contra a mulher. “A Felib combate a invisibilização do trabalho feminino e a violência de gênero”, lembra o coordenador do projeto da feira, Thelmo Ribeiro. A posição dialoga com a proposta editorial de ser “um retrato de seu tempo e caixa de ressonância para grandes questões contemporâneas”, conforme foi assinalado a apresentação desta edição da Felib. 

Incentivo à leitura

A Felib foi criada em 1982, com a Câmara do Livro do Distrito Federal (CLDF) – instituição civil de direito privado, sem fins lucrativos. O objetivo é incentivar a leitura, democratizar o acesso ao livro, fomentar a literatura e promover as bibliotecas no DF.

Nos dez dias de atividade haverá apresentações artísticas, lançamentos e sessões de autógrafos, bate-papo, contações de histórias, mostras, exposições e oficinas. Serão 18 mil títulos expostos em cerca de 60 estandes, com geração de 3,5 mil empregos diretos e indiretos. O evento conta com R$ 1.150.000 de termo de fomento (emendas parlamentares dos deputados distritais Max Maciel e Martins Machado).

A previsão é que aproximadamente 80 mil pessoas visitem a Felib, que vai ocupar, na BNB, a Praça da Língua Portuguesa, onde há o painel de azulejos do lisboeta Júlio Pomar, além do espaço térreo, e o segundo e terceiro andares do prédio.

A feira também incentiva medidas de acessibilidade e de sustentabilidade, como coleta seletiva, utilização de material reciclável e limpeza com uso de produtos biodegradáveis, além do estímulo ao transporte por bicicletas.

Serviço

37ª Feira do Livro de Brasília

→ Data: do dia 24 deste mês a 3 de dezembro
→ Local: Biblioteca Nacional de Brasília (próximo à Rodoviária do Plano)
→ Entrada gratuita
→ Veja a programação completa

*Com informações da Secec

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Secec / Reprodução Agência Brasília