Exagerou na ceia? Veja como garantir equilíbrio nas festas de fim de ano

Nutricionista da Secretaria de Saúde orienta sobre o preparo das ceias para evitar quadros de má digestão

0
151

No fim do ano, são inevitáveis certos exageros quando o assunto é alimentação, especialmente nas inúmeras confraternizações e nas ceias de Natal e ano-novo. A diversidade de pratos se torna uma verdadeira tentação, e fica difícil não cometer excessos diante de tantas opções. No entanto, saiba que é possível comemorar, comer e beber de maneira moderada e saudável, mantendo ao mesmo tempo a tradição das confraternizações gastronômicas.

A nutricionista Cristiane Campos, da Secretaria de Saúde (SES-DF), lembra que evitar os excessos não significa abrir mão da ceia natalina e das confraternizações. “Tudo é uma questão de equilíbrio e moderação”, sinaliza. “O primeiro passo é reconhecer os alimentos mais calóricos, como a rabanada, a farofa e o pavê, que são ricos em carboidratos, açúcares e gordura”.

O segundo passo é preparar os pratos com opções de condimentos mais saudáveis. Em vez de fritar a rabanada no óleo, sugere Cristiane, pode-se assá-la. Ela também recomenda escolher sobremesas com frutas ou chocolate meio-amargo e substituir a maionese industrializada do salpicão por uma maionese caseira feita com azeite. “Todas essas são opções para tornar a ceia saborosa”, aponta. “Não queremos vilanizar a ceia, mas orientar para escolhas mais saudáveis, evitando assim os excessos”.

Já exagerou; e agora?

A nutricionista da SES-DF enfatiza que não existe uma receita milagrosa. O ideal para uma alimentação equilibrada é o consumo moderado dos alimentos. Portanto, alerta ela, não funciona fazer dietas restritivas antes ou após os feriados, práticas conhecidas popularmente como detox, com o intuito de compensar os exageros cometidos durante as festas. O ideal é priorizar bons alimentos.

“O suco detox e os chás não vão remover toda a gordura do corpo, assim como fracionar alimentos ou comer apenas uma refeição no dia”, explica Cristiane. “O recomendado é fazer escolhas saudáveis, evitar alimentos gordurosos, manter uma alimentação saudável, praticar atividade física e garantir uma boa ingestão de água. Assim, é possível corrigir eventuais excessos de forma equilibrada.”

Dicas de boa alimentação no fim do ano

→ Comer um pouco de tudo, mas em quantidade moderada
→ Alimentar-se bem durante o dia antes da ceia
→ Consumir fontes de fibras para aumentar a saciedade
→ Iniciar a refeição pela salada
→ A cada dois copos de cerveja, beber um copo de água
→ No dia seguinte, caprichar ainda mais na hidratação (com água).

Emergência

No caso de situações graves, os serviços de saúde do Distrito Federal funcionam 24 horas por dia para atendimentos de urgência e emergência em hospitais e unidades de pronto atendimento (UPAs). O Serviço Móvel de Urgência (Samu) também pode ser acionado pelo número 192.

Por Josiane Borges da Agência Brasília

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília