Atendimento a pessoas com deficiência no DF recebe investimento de R$ 1,5 milhão

Recurso é voltado para pessoas atendidas pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (Apae-DF)

0
138

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) vai investir R$ 1.499.703 para fortalecer o atendimento às pessoas com deficiência por meio de parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Com vigência de dez meses, o recurso é destinado para a realização de oficinas, palestras, melhoria de qualidade de vida, fornecimento de alimentos e formação profissional da equipe de atendimento da Apae.

A medida que complementa os serviços da proteção social especial para pessoas com deficiência no âmbito da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) foi oficializada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), publicado na última sexta-feira (22). A expectativa é de que, pelo menos, 185 pessoas sejam beneficiadas.

Segundo o subsecretário de Assistência Social da Sedes, Coracy Chavante, “a iniciativa ocorre a partir de uma parceria, por meio de termo de fomento, entre a Sedes e a Apae. Está dentro de uma perspectiva de qualificar a oferta do que já é oferecido pela Apae quanto pela própria secretaria.”

A Apae é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), sem fins lucrativos, que promove ações em favor de jovens e adultos com deficiência intelectual (associada ou não a outras deficiências). A instituição concilia ações de Assistência Social e de Educação para garantir direitos, favorecer a qualidade de vida, ampliar a autonomia e viabilizar o acesso de seu público ao mundo do trabalho. As pessoas com deficiência são encaminhadas para atendimento na organização por meio dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

“É de extrema importância o fortalecimento da garantia de direitos para pessoas com deficiência, sobretudo no âmbito da proteção social especial. Ao fortalecermos os mecanismos que garantem os direitos desse público, estamos construindo uma sociedade mais justa, diversa e humanizada”, reitera a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

*Com informações da Sedes-DF

Por Agência Brasília

Foto: Reprodução Repórter Brasília