DER: Investimento de mais de R$ 200 milhões propicia segurança no trânsito

DER-DF encerrou 2023 com obras de grande porte entregues, como a terceira saída de Águas Claras e a Estrada Parque Ceilândia (DF-095)

0
97

“O DER fechou mais um ano de construções viárias entregues à população do DF. Em 2023, nas obras concluídas, foram investidos cerca de R$ 235 milhões. Destaque para a recente liberação das seis faixas de pavimento de concreto nos 26 km somados nos dois sentidos da Estrada Parque Ceilândia (DF-095). Investimento de R$ 80 milhões, que beneficia cerca de 100 mil motoristas diariamente.

Cerca de 60 mil motoristas que trafegam no sentido Samambaia-Gama e Gama-Samambaia foram beneficiados com a liberação total do viaduto entre Recanto das Emas e Riacho Fundo II. O investimento foi de R$ 30,9 milhões. Outra obra executada foi o Complexo Viário Padre Jonas Vettoraci, em Sobradinho. Na construção que beneficia cerca de 70 mil motoristas diariamente foram investidos R$ 33 milhões.

Em 2023, o DER executou mais serviços que propiciam o aumento da segurança e do conforto em várias rodovias, como duplicação de 5,2 km da DF-001, no trecho entre a DF-027, na descida da Ponte JK (DF-025), e a entrega de pavimentação de 6 km na DF-456, ambos com investimento de cerca de R$ 15 milhões.

Um trecho que totaliza 11,5 km da DF-180 passou por restauração, e o investimento foi de R$ 14,8 milhões. Também foram entregues pavimentação e iluminação do trecho de 2 km da DF-205 Oeste, no trecho entre a Comunidade da Boa Vista até o acesso ao Núcleo Rural Catingueiro. O investimento chegou a R$ 5,4 milhões. Foi executada a pavimentação do acesso de 1,5 km de extensão para a Escola Estância do Pipiripau, com recursos de cerca de R$ 1,5 milhão.

A obra de pavimentação de 6 km da DF-440, entre o Condomínio RK e a VC-263, no acesso à Escola Classe Santa Helena, em Sobradinho, foi inaugurada. Foram investidos R$ 9,5 milhões. A esperada terceira saída de Águas Claras, onde foram investidos R$ 14 milhões, foi entregue à população.

Foram erguidas duas passarelas, uma nas proximidades da Água Mineral e outra no km 21 da BR-020, com investimentos de R$ 4, 5 milhões e R$ 3,5 milhões, respectivamente.

Realizada a entrega da implantação de pavimento na VC-361, em 3 km de extensão, com ciclovia, com investimento de R$ 4,6 milhões. Já a construção de ciclovia na DF-065/DF-480, com 9,5 km de extensão, teve recursos de R$ 4,1 milhões. Os ciclistas também já contam com 3,3 km entre o Núcleo Bandeirante e a Candangolândia.

Os viadutos do Riacho Fundo, do Jardim Botânico, do Noroeste, do Itapoã/Paranoá e a restauração asfáltica no Pistão Sul estão programados para ser concluídos em 2024.”

*Fauzi Nacfur Júnior, presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF)

Por Agência Brasília

Foto: Arquivo/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília