Zoológico reforça segurança em recinto de onças-pintadas

Foram instaladas uma barreira física reforçada e uma cerca elétrica; medidas têm como objetivo criar um ambiente mais seguro tanto para os visitantes quanto para os animais

0
102

O Zoológico de Brasília está implementando medidas adicionais de segurança para desencorajar a subida da onça-pintada nas grades de proteção. Após uma das onças-pintadas se aproximar da grade de proteção superior, foram instaladas uma barreira física reforçada e uma cerca elétrica.

As novas medidas, cuidadosamente planejadas, visam criar um ambiente seguro tanto para os visitantes quanto para a onça-pintada, sem prejudicar seu bem-estar. A barreira física foi projetada para ser robusta, garantindo que o acesso à grade seja mais desafiador para a onça, sem causar estresse desnecessário ao animal.

Além disso, uma cerca elétrica foi instalada estrategicamente para atuar como uma camada adicional de dissuasão. A cerca elétrica foi projetada para ser segura para a onça, não causando danos ao animal, mas fornecendo um estímulo suficiente para evitar tentativas de subir nas grades.

“O comportamento apresentado é natural para espécie, elas são excelentes escaladoras. São animais jovens, fortes, saudáveis e curiosos. O que vimos foi um comportamento gerado por curiosidade, não por estresse. O recinto é seguro, e as imagens mostram isso; dificilmente o animal conseguiria sair devido à grade interna ter uma parte negativa. Ainda assim, medidas adicionais de segurança já foram implementadas”, afirma o diretor de Mamíferos do Zoo, Leandro Drigo.

“Uma barreira física foi instalada na pilastra para impedir novas escaladas e uma cerca elétrica foi instalada no limite superior do recinto. Esse tipo de elemento de segurança já foi utilizado antes no Zoológico de Brasília e também em outras instituições que mantêm animais selvagens sob cuidados humanos. A voltagem é baixa e tem apenas a função de desencorajar novas subidas”, acrescenta.

*Com informações do Zoológico de Brasília

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/FJZB / Reprodução Agência Brasília