GDF Mais Perto do Cidadão deve atrair 6 mil pessoas na Estrutural

Além dos serviços essenciais, o programa leva vacinas e foca no combate à dengue junto aos moradores da região administrativa

0
57

A comunidade da Estrutural está mais próxima de serviços públicos essenciais com a chegada da 20ª edição do GDF Mais Perto do Cidadão, que passa na cidade pela primeira vez. Funcionando nesta sexta-feira (16) até as 16h e, neste sábado (17), das 9h às 12h, a população local usufrui do projeto, que oferece atendimentos na área social e de saúde, disponíveis no Centro de Juventude da Estrutural (AE 8, Praça Central).

A depiladora Caroline Rodrigues, 26, foi uma das pessoas que aproveitaram a área de imunização para vacinar os três filhos, dois deles contra a covid-19. “A vacina foi supertranquila, super-rápida, a equipe é bem-educada e paciente com as crianças. É bem mais tranquilo para a gente ter um lugar mais próximo para esses atendimentos, sem o trabalho de levar as crianças no ônibus, andando no meio da rua com um monte de carros”, explica a mãe das crianças.

Após este sábado (17), serão três edições do GDF Mais Perto do Cidadão feitas neste ano: Recanto das Emas, Vicente Pires e Cidade Estrutural. Já são mais de 145 mil atendimentos à população em cerca de 12 meses, após o início do programa em fevereiro de 2023. O programa também vai se unir às ações do Dia D de combate à dengue, com atendimentos específicos de saúde nas estruturas montadas pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF).

“Todos os esforços no combate à dengue precisam ser feitos para sanarmos o elevado número de casos da doença na capital. O GDF Mais Perto do Cidadão está passando por diferentes regiões administrativas para que a população de cada uma delas possa se unir aos órgãos públicos na soma de esforços para resultados positivos. Desta vez, a Estrutural vai mostrar que está consciente nessa importante tarefa”, afirma a secretária de Justiça e Cidadania do DF, Marcela Passamani.

De acordo com o administrador regional Alceu Prestes de Mattos, atualmente, há mais de 50 mil moradores na Estrutural e a expectativa é que esta edição do projeto atenda, durante os dois dias, pelo menos 6 mil pessoas. “Esses atendimentos são sempre bem-vindos, por ser uma comunidade carente. Isso causa dificuldade para eles saírem daqui para procurar, então, é bom porque evita o deslocamento das pessoas”, observa.

A dona de casa Monaira Ferreira de Assis, 28, foi uma das atendidas na tenda do Na Hora, próxima de sua casa. Com os filhos, ela aproveitou para colocar as documentações em dia e buscar informações para a inscrição em programas sociais como o Prato Cheio. “O atendimento é rápido e traz muita facilidade para a gente”, comenta.

Além dos serviços do Na Hora, Defensoria Pública, Secretaria de Saúde e outros órgãos, também há a parte de entretenimento. A dona de casa Raiane de Sousa Assis, 24, estava com o pequeno Javi, de 1 ano e 6 meses, aproveitando o teatrinho de conscientização no trânsito, proporcionado pelo Detran-DF. “Ele (Javi) pode não entender tanta coisa, mas com certeza está gostando. Estou dando uma olhada aqui, ali e para quem tem filho e mora longe do Plano Piloto é ótimo”, ressalta.

Por Jak Spies da Agência Brasília

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília