Startup leva tecnologia e educação à Estrutural

Iniciativa do Coletivo da Cidade apoiada pelo Biotic ensina inglês, robótica e cidadania digital a crianças e adolescentes da cidade

0
55

A Br.ino, startup pioneira de egressos da Universidade de Brasília (UnB), está atuando no Parque Tecnológico Biotic em colaboração com o projeto Inglês na Estrutural, do Coletivo da Cidade. O projeto começou ensinando inglês a crianças e adolescentes da Cidade Estrutural, e passa a oferecer o ensino de importantes conceitos de robótica e cidadania digital a fim de preparar os jovens para o futuro tecnológico.

Utilizando a infraestrutura do Parque Tecnológico de Brasília, onde está instalada, a Br.ino tem promovido o recrutamento de voluntários por meio das redes sociais, buscando pessoas dedicadas a compartilhar conhecimentos e tempo para beneficiar a comunidade. Diretor de marketing da startup, Rafael Mascarenhas destaca a importância do local: “A capacidade de utilizar as instalações do Biotic eleva nosso programa de treinamento de voluntários a um novo patamar, permitindo que forneçamos uma educação de maior qualidade”.

O projeto reflete o compromisso da startup com o desenvolvimento social e tecnológico, usando habilidades e conhecimento. “Ver nossos residentes se engajarem em iniciativas como essa, que unem tecnologia e responsabilidade social, é extremamente gratificante”, afirma o presidente do Biotic, Gustavo Dias.

Os voluntários que se juntam ao projeto passam por um processo de capacitação intensivo, começando com técnicas de ensino e planejamento de aulas. A sessão de treinamento seguinte, que tem como focos a robótica e a cidadania digital, está programada para proporcionar as ferramentas necessárias para incorporar esses temas às aulas.

Esta colaboração entre a Br.ino e o Coletivo da Cidade visa também inspirar os jovens estudantes a se tornarem participantes ativos e criativos na era digital. Ao equipar os voluntários com conhecimentos avançados em tecnologia e ética digital, o projeto espera preparar os jovens da Cidade Estrutural para se destacarem como futuros líderes e inovadores.

A parceria mostra o impacto que a união entre a academia, startups tecnológicas e organizações comunitárias pode ter no avanço social e educacional. Ao investir na formação dos voluntários, a Br.ino, apoiada pela UnB e e pelo Biotic, atua para fortalecer a comunidade.

*Com informações do Biotic

Por Agência Brasília

Foto: Bri.no/ Divulgação / Reprodução Agência Brasília