DF inicia vacinação bivalente contra a covid-19 para novos grupos

Nesta etapa, poderão receber o imunizante profissionais de saúde, trabalhadores do sistema prisional, pessoas com deficiência e população privada de liberdade

0
165

A Secretaria de Saúde (SES) do Distrito Federal inicia nesta quarta-feira (22/03) a imunização de profissionais de saúde, trabalhadores prisionais, população privada de liberdade e pessoas com deficiência permanente com a versão bivalente da vacina contra a covid-19. O imunizante estará disponível em mais de 90 locais com atendimento das 8h às 17h. A lista completa pode ser conferida no site da SES.

O subsecretário de Vigilância à Saúde do DF, Divino Valero, destaca que é essencial priorizar a proteção do profissional que está na linha de frente do combate à doença: “É uma forma de valorizar esse trabalhador, que é o primeiro a receber os casos suspeitos, prováveis, entre outros”. Serão contemplados tanto servidores da rede pública quanto empregados do setor privado.

700.064 moradores do DF, entre pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores e moradores de instituição de longa permanência com 12 anos ou mais, pessoas imunocomprometidas, também a partir dos 12 anos, gestantes e puérperas que tenham tido filhos em até 45 dias aptos a receberem a vacina, podem receber o imunizante bivalente contra a covid-19

A orientação aos profissionais de saúde é comparecer a uma das unidades básicas de saúde (UBSs) com o cartão de vacina, o documento de identificação e a comprovação do trabalho na área (crachá, carteira de conselho profissional ou contracheque, por exemplo). É preciso ter  passado pelo menos quatro meses desde a última dose da vacina contra o coronavírus.

A comprovação profissional também é necessária para os trabalhadores do sistema prisional e do socioeducativo. A SES ofertará a vacinação bivalente tanto para a população privada de liberdade quanto aos adolescentes em medidas socioeducativas, por meio de estrutura de saúde disponibilizada a essas populações.

Para as pessoas com deficiência permanente, as UBSs são os locais de referência para a aplicação da vacina bivalente. Em casos específicos, será preciso apresentar laudo médico ou exame que comprove a deficiência. É obrigatório ter mais de 12 anos de idade.

Outros grupos

A vacinação com a versão bivalente do imunizante contra a covid-19 continua disponível para todas as pessoas com 60 anos ou mais; aos trabalhadores e moradores de instituição de longa permanência com 12 anos ou mais; a pessoas imunocomprometidas, também a partir dos 12 anos; às gestantes e puérperas que tenham tido filhos em até 45 dias. Ao todo, são 700.064 moradores da capital federal aptos a receberem a vacina.

De acordo com a gerente da Rede de Frio Central da SES, Tereza Luiza Pereira, o movimento nas unidades tem sido tranquilo. “Até ontem, tínhamos cerca de 430 mil pessoas aptas à vacinação, mas apenas 89.239 delas compareceram para receber o reforço”, explica.

Com o recebimento de mais imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde, há 71.474 doses no estoque da Rede de Frio Central e cerca de 57 mil distribuídas nos locais de vacinação.

*Com informações da SES-DF

Por Agência Brasília

Foto: Arquivo/Agência Saúde-DF / Reprodução Agência Brasília