GDF recebe 900 itens de informática doados pelo TST

Equipamentos serão destinados a milhares de crianças e adolescentes nas Estações da Cidadania, Praças dos Direitos e CEUs das Artes em Ceilândia, Recanto das Emas e Itapoã

0
30

O Governo do Distrito Federal (GDF) recebeu um importante reforço tecnológico para crianças e adolescentes na tarde desta quarta-feira (21). Um total de 900 itens de informática – 450 computadores e 450 monitores – foram doados pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e serão destinados às Estações da Cidadania, Praças dos Direitos e CEUs das Artes localizadas em Ceilândia, Recanto das Emas e Itapoã.

“Temos que agradecer o nosso presidente do TST e todos os outros ministros por terem escolhido o Distrito Federal para fazer essa doação que vai atender milhares de crianças na nossa cidade”Ibaneis Rocha, governador do DF

O objetivo é garantir a inclusão digital às crianças e aos adolescentes das três regiões administrativas. O governador Ibaneis Rocha e o presidente do TST, ministro Lelio Bentes Corrêa, assinaram o termo de doação em solenidade no Salão Nobre do Gabinete da Presidência do tribunal.

“Essa doação vem em bom momento para todos nós”, reforçou Ibaneis Rocha. “Temos que agradecer o nosso presidente do TST e todos os outros ministros por terem escolhido o Distrito Federal para fazer essa doação que vai atender milhares de crianças na nossa cidade”, completou.

O ministro Lelio Bentes lembrou a importância da inclusão digital no desenvolvimento dos jovens. “É uma alegria, sem dúvidas, como instituição pública nos irmanar com o Governo do Distrito Federal na promoção do acesso aos meios digitais e, por aí, incrementar o desenvolvimento das habilidades pessoais e as potencialidades desses jovens que muitas vezes precisam apenas de uma oportunidade”, ressaltou o presidente do TST.

De acordo com o ministro, a doação faz parte de uma política do tribunal de ceder os equipamentos substituídos para iniciativas sociais.

Inclusão digital

Administradas pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), as Estações da Cidadania e as Praças dos Direitos são serviços que integram no mesmo espaço programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação profissional, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital em territórios de vulnerabilidade para desenvolvimento social e promoção de cidadania.

Atualmente, o DF conta com três unidades de Estação da Cidadania, sendo duas em Ceilândia (QNM 28 e QNR 2) e uma no Recanto das Emas (Avenida Recanto das Emas, Quadra 113), onde também são realizados os serviços do programa CEU das Artes, parceria entre a Sejus e a Secretaria de Educação (SEE) para promoção de educação integral com difusão de cultura, esporte e lazer. Já Praça dos Direitos são duas: em Ceilândia (QNN 13) e no Itapoã (Quadra 203, Del Lago II).

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, disse que os itens aumentarão a capacidade de atendimento do público nos cinco equipamentos públicos nas três regiões administrativas. “Quando a gente fornece a essas pessoas que estão em vulnerabilidade social a possibilidade de ter o ponto de partida, estamos realmente falando de inclusão de todos os tipos, inclusive, de cidadania”, comentou.

O GDF conta com um programa próprio gerido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) para recondicionar equipamentos eletrônicos doados por órgãos públicos e privados, que foi lembrado pelo governador Ibaneis Rocha na solenidade.

“Nós criamos um programa aqui no Distrito Federal que é exatamente de inclusão dessa criançada na parte tecnológica, no qual a gente faz todo um trabalho para que todos esses equipamentos doados possam chegar com a qualidade necessária para todas as nossas crianças e adolescentes. É um trabalho belíssimo”, destacou o governador, que pretende ampliar a iniciativa para outras regiões administrativas. Atualmente, o programa tem sede no Gama.

Por Agência Brasília

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui