Segurança reforçada para o Carnaval fora de época no DF

A atuação das forças de segurança no Carnaval fora de época, que ocorre entre esta sexta-feira (23) e domingo (25), foi definida após reuniões com representantes dos órgãos envolvidos e organizadores

0
72

A atuação das forças de segurança no Carnaval fora de época, que ocorre entre sexta-feira (23) e domingo (25), foi definida após reuniões com representantes dos órgãos envolvidos e organizadores. Os encontros foram realizados no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF). O evento será realizado na Passarela do Samba, entre a Torre de TV e o Eixo Cultural Ibero-Americano (antiga Funarte). A cerimônia de abertura dos portões começa às 18h30.

“Neste evento, vamos atuar aos moldes da operação do Carnaval deste ano, com a presença da Cidade Policial, para facilitar o atendimento da população e atuação dos operadores da Segurança Pública. Nosso corpo técnico, que tem expertise nesse tipo de evento, reuniu-se com representantes das forças de segurança e demais órgãos para definição do melhor formato de atuação”, explica o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.

Ciob

A folia será monitorada pelo Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), que reúne 29 órgãos, instituições e agências do Governo do Distrito Federal (GDF) voltados para segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviço público e fiscalização. “Desta forma, será possível dar mais suporte às ações das forças de segurança que estarão em campo, principalmente na Cidade Policial”, ressalta o titular da SSP.

Defesa Civil

A Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil é responsável pela fiscalização de toda a estrutura provisória do evento, verificando itens como geradores, tendas, pórticos, arquibancadas, circuitos elétricos, arquibancadas e camarote. O foco é a segurança dos usuários.

“Para garantir a segurança, a Defesa Civil, em conjunto com diversos órgãos do GDF, já analisou toda a documentação necessária, e a vistoria será realizada assim que a montagem for concluída. São analisados itens como aterramento adequado dos elementos metálicos, tendas, sinalização dos geradores, estabilidade estrutural de palcos e arquibancadas”, alerta o coordenador de Operações da Defesa Civil, coronel Gabriel Motta.

Caso o cidadão encontre situação de risco em um evento, deve entrar em contato imediatamente com a Defesa Civil, por meio do telefone 199. Há equipes de plantão 24h para atender as solicitações.

Cidade Policial

Para facilitar a atuação, as forças de segurança terão como base para a estrutura da Cidade Policial, que será montada entre a Torre de TV e a Via S1. No local, que servirá como ponto de apoio aos agentes de segurança, haverá os comandos móveis das corporações.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) atuará com apoio do comando-geral móvel, que vai abrigar diariamente um oficial que será o responsável pela ação durante o desfile. A Polícia Civil do DF vai reforçar o efetivo dos plantões da 5ª Delegacia de Polícia, responsável pela área.

Trânsito

A interdição parcial do trânsito na Via S1 do Eixo Monumental, que começou ainda na segunda-feira (19), continua até domingo (25). O local foi destacado para que os carros alegóricos fiquem posicionados para o desfile. Durante a interdição, três faixas da esquerda da Via S1 permanecerão fechadas no trecho entre o acesso ao estacionamento do Clube do Choro e o acesso ao estacionamento do Eixo Cultural Ibero-americano (antiga Funarte), com previsão de liberação na madrugada de domingo (25).

Durante o evento, além do controle do tráfego para garantir a fluidez, policiais e agentes de trânsito auxiliarão na travessia de pedestres.

“É essencial que todos fiquem atentos, mesmo aqueles que não forem participar do evento carnavalesco, para evitar dificuldades de deslocamento e contribuir com a segurança dos pedestres”, orienta e explica o comandante de Policiamento de Trânsito da PMDF, coronel Edvã Sousa. “Sugerimos que os participantes deem preferência ao veículo por aplicativo. Para aqueles que preferirem ir de carro, orientamos deixar os veículos nos estacionamentos do Parque da Cidade, setores bancários e hoteleiros. E lembre-se: se beber, não dirija”, completa o comandante.

Haverá fiscalização para coibir infrações. Uma parte do estacionamento próximo ao Edifício Brasil 21 será destinada a táxis e veículos de transporte por aplicativo.

Segurança

A PMDF vai empregar, diariamente, efetivo policial durante a programação carnavalesca. “O policiamento convencional permanecerá em todas as regiões, assim como os atendimentos pelo telefone 190, mas vamos reforçar o policiamento no local, com apoio de equipes especializadas, como as da Cavalaria, Batalhão de Trânsito, motopatrulhamento e Batalhão de Operações Aéreas [Bavop] e de Cães [BPCães], além de Rotam [Rotas Ostensivas Táticas Metropolitanas] e [Batalhão de] Choque”, explica o chefe do Departamento Operacional da corporação, coronel Alcenor dos Santos.

De acordo com Alcenor, haverá revistas pessoais nas proximidades do evento. “Vamos fazer abordagens nos arredores e dentro dos blocos, com foco na retirada de objetos que possam comprometer a segurança dos foliões, como objetos perfurocortantes”, explica.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) reforçará as ações. Os militares estarão posicionados em pontos estratégicos na Torre de TV e Cidade Policial. Também haverá militares no local do desfile.

Também na Cidade Policial, a corporação terá um comando móvel e viaturas em pronto emprego. Em atuação integrada com a Secretaria de Saúde (SES), por meio do Samu, será montada uma tenda para atendimento. O objetivo é atender pessoas que não necessitem de um atendimento médico de maior complexidade, para não sobrecarregar os hospitais da região, além de proporcionar um atendimento mais rápido e eficiente a quem precisar.

Para os dias de folia, a corporação pede atenção especial com crianças e idosos e orienta o público a alimentar-se de forma adequada, ingerir bastante água e fechar registro de água e gás ao sair de casa, para evitar inundações e incêndio. Em qualquer emergência, o CBMDF poderá ser acionado por meio do telefone 193.

*Com informações da SSP-DF

Por Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília