DPDF distribuirá vouchers para realização de exames

A medida faz parte de uma nova parceria com o laboratório Sabin, que tem como objetivo ofertar mais serviços para o público feminino do DF

0
996

Na próxima segunda-feira (06), a Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) irá realizar a sétima edição do Dia da Mulher, que contará com a distribuição de vouchers para a realização de exames de imagem e sangue para mulheres acima dos 40 anos.

A medida faz parte de uma nova parceria com o laboratório Sabin, que tem como objetivo ofertar mais serviços para o público feminino do DF.

A ação mensal gratuita destinada a mulheres em situação de vulnerabilidade será realizada na segunda-feira (6/11), das 8h às 17h, no Nuclão da DPDF, localizado no Setor Comercial Norte (SCN), Quadra 1, Edifício Rossi Esplanada Business, loja 01, Subsolo, próximo ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

O evento oferecerá diversos serviços, como mamografias, exames citopatológicos, inserção de DIU, exames de DNA, atendimentos odontológicos, consultas com uma médica da família e com profissionais de enfermagem além de atendimentos de mediação, orientação jurídica e psicossocial, entre outros. Além disso, na edição de novembro, a Secretaria da Pessoa com Deficiência promoverá atendimentos variados, incluindo a assistência a fim de emitir a carteira de identificação de pessoas com transtorno do espectro autista.

Desde a primeira edição, realizada em 2 de maio, 3.566 mulheres foram atendidas tanto pela DPDF quanto pelas instituições parceiras. A cada edição, novas instituições, órgãos e empresas tornam-se parceiros da ação, com o intuito de ampliar a oferta de serviços relacionados ao bem-estar, à saúde, ao empoderamento e à inclusão social do público feminino, criando um ambiente favorável para que as mulheres vulneráveis recebam apoio abrangente e integrado, visando à melhoria da qualidade de vida e ao enfrentamento das adversidades que elas enfrentam.

A Subdefensora Pública-Geral Emmanuela Saboya reforça que a nova parceria é de extrema importância, pois contribui para a promoção da saúde, o diagnóstico precoce de condições médicas e o acesso igualitário aos cuidados de saúde. “Oferecer exames de imagens e de sangue gratuitos para mulheres vulneráveis é uma estratégia crucial para promover a saúde, a igualdade de acesso aos cuidados de saúde e melhorar a qualidade de vida dessas mulheres. A detecção precoce e a prevenção de doenças por meio de exames gratuitos podem levar a uma redução nos custos de saúde a longo prazo, uma vez que tratamentos mais complexos e onerosos podem ser evitados”, explicou.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: DPDF / Reprodução Jornal de Brasília