GDF investe em capacitação e bem-estar dos servidores públicos

Desde 2019, os mais de 69 mil servidores foram capacitados em cursos que vão desde informática a prevenção de assédio; Academia Buriti, por sua vez, leva qualidade de vida para mais de 1,4 mil alunos

0
1957

Cuidar do servidor público é garantir o melhor resultado na ponta: o fortalecimento da qualidade do atendimento e dos serviços prestados à população da capital federal. De olho nisso, o Governo do Distrito Federal (GDF) faz, desde 2019, uma série de investimentos, visando a melhorias para a categoria.

Entre as ações está o trabalho em aperfeiçoar e qualificar os profissionais por meio de cursos de capacitação presenciais e a distância ofertados pela Escola de Governo (Egov). De 2019 até outubro deste ano, o GDF capacitou 69.562 servidores, sendo 12.636 somente nos dez primeiros meses de 2023.

“A capacitação do servidor público desempenha um papel fundamental no fortalecimento das instituições governamentais e no aprimoramento dos serviços oferecidos à população. É um investimento essencial para promover uma administração pública eficaz e responsiva às necessidades da comunidade”, afirma a diretora da Egov, Juliana Tolentino.

“Os servidores públicos bem-treinados estão mais aptos a enfrentar desafios complexos, tomar decisões informadas e inovar na prestação de serviços, o que, por sua vez, contribui para o desenvolvimento socioeconômico e o bem-estar da sociedade como um todo”, acrescenta Tolentino.

A Egov oferece gratuitamente oportunidades de treinamento em diferentes segmentos. Os mais procurados são no formato presencial e tratam de temas como informática, gestão de pessoas, gestão pública, leis e sistemas.

“A escolha dos cursos é cuidadosamente planejada para garantir que as necessidades urgentes dos servidores e da comunidade sejam atendidas. Desenvolvemos programas de capacitação que visam aprimorar habilidades técnicas, promover competências interpessoais e fortalecer liderança”, explica a diretora.

Olhar diferenciado

O bem-estar do servidor também é outra prioridade do governo. Desde 2020, o GDF conta com uma área específica para cuidar desse aspecto. É a Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali), vinculada à Secretaria de Fazenda (Sefaz).

Entre as ações nesse sentido estão a implantação do Espaço Qualidade de Vida, no 16º andar do Anexo do Palácio do Buriti, e a Academia Buriti, no primeiro piso do prédio anexo. Neste ano, a pasta lançou o projeto Voz da Casa, em que os servidores realizam apresentações musicais e teatrais.

“O governo inovou quando criou a Sequali, porque é um olhar para o servidor sem dissociá-lo do ser humano. É uma pasta que veio para prover ações de saúde e bem-estar ao nosso servidor, que, em decorrência da covid-19, passou por um adoecimento mental”, destaca o secretário-executivo da Sequali, Epitácio Junior.

O Espaço de Qualidade de Vida contém refeitório, sala de meditação, sala de descompressão e cadeiras de massagem, tudo para agregar a saúde mental do servidor. No próximo ano, a pasta pretende levar o espaço para outros órgãos do GDF, que vão ganhar salas próprias em suas sedes.

O secretário-executivo aponta a Academia do Buriti como outra grande aliada. “Ela cuida da saúde mental e física do servidor, que são aspectos que caminham juntos. Oferecemos 12 modalidades, entre artes marciais, condicionamento físico e funcional”, analisa. Atualmente são 1,4 mil alunos ativos no local. “O resultado disso tudo é o aumento da produtividade. O servidor consegue trabalhar melhor. Há estudos que indicam a redução na taxa de absenteísmo, o que automaticamente proporciona mais eficiência aos serviços e economia aos cofres públicos”, revela.

Por Adriana Izel

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília