Programa QualificaDF Móvel está com inscrições abertas

São 880 vagas abertas para diversos cursos oferecidos em carretas, visitando diferentes localidades no DF

0
1385

Brazlândia, Ceilândia, Riacho Fundo II e Santa Maria são as próximas cidades a receber as unidades móveis do projeto QualificaDF Móvel, que está com 880 vagas abertas para diversos cursos de qualificação profissional.

Os interessados podem se inscrever até 19 de novembro pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Trabalho e Renda do Distrito Federal (Sedet-DF). Após o cadastro, o inscrito recebe a confirmação via SMS no celular cadastrado, para comparecer no local e efetivar a matrícula.

De acordo com o secretário-adjunto da Sedet-DF, Ivan Alves dos Santos, há mais de um ano o Qualifica DF Móvel é um projeto itinerante, que busca dar melhor acesso às pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“O legal é a inserção no mercado de trabalho, com altos índices de qualificação que esses alunos apresentam. Tivemos cursos onde 100% dos alunos foram inseridos no mercado de trabalho após a formação”, destaca.

O secretário acrescenta que a seleção é feita randomicamente e de forma impessoal, com pessoas que se encaixam nos critérios do programa, que são pessoas maiores de 16 anos residentes próximas à localidade de realização do curso, por exemplo. Os participantes entre 16 e 18 precisam ter autorização dos responsáveis antes de ingressar no projeto.

O programa está em seu segundo ciclo do segundo ano, sendo que o primeiro ano já teve nove ciclos. Até o fim de 2024, estão previstos mais dez ciclos para serem percorridos em todo o DF. Contando com todos os ciclos, serão atingidas quase oito mil pessoas.

Como funciona o programa

Para colocar as carretas em curso nas comunidades, primeiro é feita uma pesquisa para saber quais as localidades que necessitam mais de qualificação profissional e quais os cursos mais demandados.

Em seguida, esses lugares são contemplados com quatro carretas que atendem dois turnos e cada uma tem a capacidade de atender 220 pessoas. Os cursos serão ministrados nos turnos matutino, das 8h às 12h, e vespertino, das 14h às 18h, e terão carga horária de 80 horas/aula.

Por Jak Spies da Agência Brasília

Foto: Divulgação/Setrab  / Reprodução Agência Brasília