Brasília investe em informação ao turista

Secretaria de Turismo reestrutura centros de atendimento, os CATs, e agora conta com uma unidade móvel na Torre de TV

0
106

Levantamento recente feito pela agência de turismo Decolar, presente em 18 países da América do Norte e América Latina, apontou Brasília como a terceira cidade brasileira mais buscada por estrangeiros para curtir as férias de julho. Longe das praias, mas com sua arquitetura deslumbrante e atrações para diversos gostos, a capital federal tem despertado o interesse dos estrangeiros.

Para atender a demanda crescente, o DF conta hoje com uma ampla rede de hospedagem com cerca de 20 mil leitos em hotéis, flats e pousadas, conforme dados do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares (Sindhobar). Ademais, a Secretaria de Turismo (Setur) tem qualificado o receptivo para estrangeiros, investindo em contato direto com as embaixadas e no fortalecimento dos centros de atendimento ao turista (CATs).

O CAT é a porta de entrada para receber e dar informações sobre os pontos turísticos da cidade. Atualmente, são quatro unidades fixas espalhadas pelo Plano Piloto e uma móvel recentemente implantada, aos fins de semana, na Torre de TV (confira abaixo). Todos os pontos contam com atendentes bilíngues, e o material distribuído ao turista também é traduzido para o inglês, segundo a Setur.

“Nossa estrutura hoteleira tem excelentes redes internacionais, com recepcionistas que falam inglês e bem treinados para o atendimento”Jael Ferreira, presidente do Sindhobar

“Estamos fazendo a reestruturação de todos os CATs, inclusive estamos em negociação agora para instalar um [centro] no Pontão do Lago Sul”, adianta o secretário de Turismo, Cristiano Araújo. “Queremos colocar esses pontos de apoio em locais bem visíveis à população, onde o turista, de fato, passa.”

Segundo lembrou Araújo, a capital vem recebendo grandes eventos como jogos de futebol e shows internacionais neste primeiro semestre e há a preocupação em enriquecer o turista com informações. “O CAT móvel da Torre de TV, que é uma van que estaciona lá, é sucesso total”, avalia. “Recentemente, os participantes do Bike Camp, entre eles estrangeiros, visitaram o ponto turístico e foram bem-recebidos.”

Movimento grande na Torre de TV

De acordo com a pasta, uma média de 130 visitantes são atendidos por dia pela unidade móvel. O secretário informa, ainda, que o GDF tem discutido projetos em parceria com a Embratur para incrementar os passeios turísticos.

Presidente do Sindhobar, o empresário Jael Ferreira acredita que a rede de hospedagem no DF é qualificada e está preparada para receber o turista estrangeiro. “Nossa estrutura hoteleira tem excelentes redes internacionais, com recepcionistas que falam inglês e bem treinados para o atendimento”, reforça. “E lembro ainda do surgimento de bons hotéis em outras regiões administrativas, como Taguatinga e Samambaia, expandindo a nossa rede do DF”.

Por Agência Brasília

Foto: Renato Braga/Setur / Reprodução Agência Brasília